Confraria São Vicente de Paulo

     As Conferências Vicentinas ou Sociedade de São Vicente de Paulo  é um movimento católico internacional de leigos, fundado em 23 de Abril de 1833 por Frederico Ozanam e seus companheiros. Este movimento inspira-se no pensamento e na obra do santo Vicente de Paulo procurando aliviar os sofrimentos do próximo através do trabalho coordenado dos seus membros. Inspirado por seu amor a Deus e aos pobres, Vicente de Paulo foi o criador de muitas obras de amor e caridade e a sua vida é uma história de doação aos irmãos pobres e de amor a Deus.

      SER VICENTINO é seguir Jesus Cristo servindo aqueles que precisam e, desta forma, dar testemunho do seu amor libertador, cheio de ternura e compaixão. A acção vicentina procura oferecer qualquer forma de ajuda, por contacto pessoal, no sentido de aliviar o sofrimento e promover a dignidade e a integridade da pessoa humana sem fazer qualquer tipo de distinção porque todo o homem e mulher é irmão ou irmã de cada vicentino. A Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP) procura mitigar a miséria, mas também descobrir e remediar as situações que a geram. Por isso, ela esforça-se por atacar os efeitos da pobreza, em primeiro lugar, mas não deixa de estar comprometida com a descoberta das causas da pobreza.

       Conferências de São Vicente de Paulo em Portugal
A Primeira Conferência portuguesa foi fundada na Igreja de São Luís dos Franceses (que tinha como superior o Padre Emílio Eugénio Miel), em Lisboa, no dia 27 de Setembro de 1859. Por ser a primeira, chamou-se-lhe, apenas, Conferência de Lisboa.

  • Facebook Clean Grey

© Paróquia de Santo Amaro - Pe. Ignácio F. Rodrigues